[Imagem de capa: Elemgasem nubilus (à esquerda, em destaque) e outros animais descobertos na mesma formação, incluindo Megaraptor (em cima, à esquerda), Patagonykus (em cima, à direita) e Unenlagia (em baixo, à direita, diretamente em frente ao Elemgasem). Arte por Abel Germán Montes.]

Os abelissauros foram dinossauros carnívoros bípedes bastante predominantes no sul global do período Cretáceo, reconhecidos por seus braços relativamente minúsculos, patas traseiras fortes e crânios curtos e ornamentados. Alguns exemplos famosos seriam o Carnotaurus, da Argentina, o Pycnonemosaurus, do Brasil, e o Majungasaurus, de Madagascar. Fósseis desses predadores são encontrados na América do Sul, África e Índia. Um novo trabalho, publicado em 05/09, revela a descoberta de um novo abelissauro na Argentina.

Os fósseis do novo dinossauro foram descobertos em 2002 na Formação Portezuelo, a 20 quilômetros da cidade de Cutral Có, Província de Neuquén, na Patagônia, Argentina. O esqueleto bastante fragmentado pertencia a um animal subadulto de aproximadamente 8 anos de idade, que foi chamado de Elemgasem nubilus. Seu nome genérico, Elemgasem, faz referência à entidade de mesmo nome da cosmovisão do povo indígena Tehuelche. Na história, Elemgasem seria o senhor dos animais, com a capacidade de petrificar a si mesmo e a outros seres, bem como outros feitos e atribuições. Já seu epíteto específico, nubilus, significa “nebuloso” e faz referência ao dia bastante nublado em que os fósseis foram recuperados.

O novo dinossauro viveu durante o período Cretáceo, em algum ponto entre a época Turoniana e a Coniaciana, entre 93 e 86 milhões de anos atrás. Era relativamente pequeno, se comparado a outros predadores do mesmo grupo, medindo menos de 4 metros de comprimento (mas, talvez, adultos maduros pudessem ser maiores).

Fontes:

Baiano, Mattia A.; Pol, Diego; Bellardini, Flavio; Windholz, Guillermo J.; Cerda, Ignacio A.; Garrido, Alberto C.; Coria, Rodolfo A (2022-09-05). “Elemgasem nubilus: a new brachyrostran abelisaurid (Theropoda, Ceratosauria) from the Portezuelo Formation (Upper Cretaceous) of Patagonia, Argentina”. Papers in Palaeontology8 (5): e1462. doi:10.1002/spp2.1462.

New carnivorous dinosaur species dating back 90M years discovered in Argentina

Publicidade